Os cuidados médicos disponíveis para as pessoas com ELA estão sempre a melhorar. Os avanços recentes no tratamento e sobrevivência parecem dar esperança. Estão a ocorrer progressos impressionantes na investigação nas áreas da biologia molecular e da genética relacionadas com a ELA. Os especialistas compreendem melhor a causa da doença e estão a desenvolver tratamentos para a lesão do nervo.

Saiba mais aqui: