Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica

Testamento Vital

A Diretiva Antecipada de Vontade (DAV) traduz a manifestação antecipada da vontade consciente, livre e esclarecida, no que concerne aos cuidados de saúde que o doente deseja/não deseja receber, no caso de, por qualquer razão, se encontrar incapaz de expressar a sua vontade pessoal e autonomamente.

Este é um documento legal constituído por duas partes complementares. Uma primeira onde há nomeação de um Procurador de Cuidados de Saúde, isto é de um representante (facultativo). E uma segunda relativa ao Testamento Vital, parte do documento, escrito e assinado, através do qual uma pessoa expressa antecipadamente os seus desejos e preferências sobre os cuidados de saúde, no caso de se encontrar impossibilitada para autodeterminar, os que mais lhe convêm. O Testamento Vital confere aos doentes o direito de, antecipadamente, retirarem ou concederem o consentimento para cuidados de saúde específicos (incluindo tratamento e tomadas de decisões de suporte de fim de vida), e pode ser alterado ou revogado a qualquer momento pelo cidadão. Todo este processo deverá ser idealmente é acompanhado e mentorado pela equipa clínica de apoio, de modo a providenciar todos os esclarecimentos e informações necessárias e orientadoras ao mesmo percurso.

Saiba mais informações sobre o Testamento Vital, através do documento em anexo.

Documentos Associados